Parceiros Acesso restrito    Fone: +55 51 333 19 555

 

Administração dos Serviços de Enfermagem

Sobre o Curso

Tem como proposta trazer a visão dos vários aspectos do gerenciamento em enfermagem. Analisa a importância da gestão de projetos em curto, médio e longo prazo, abrangendo, entre outros temas, a ética da gestão, as políticas públicas e institucionais, as relações de poder, cultura organizacional, bem como a qualidade na relação equipe-cliente e, também na implementação de novos recursos tecnológicos, de controles e avaliação.
A formação se desenvolve nas competências necessárias à consolidação do papel do enfermeiro na gestão em enfermagem.
A prática gerencial do enfermeiro vem evoluindo e sofrendo transformações na tentativa de se adaptar às novas exigências apresentadas de acordo com cada contexto histórico, social, político e econômico. Se, antes o enfermeiro era o “enfermeiro chefe do setor”, hoje o mercado exige que ele exerça o papel de “gestor da unidade estratégica de negócio”, com entendimento do todo, que tenha participação no gerenciamento dos custos envolvidos no processo do cuidar, mostrando evidencias de melhor custo-efetividade.
O foco no cliente e a melhoria contínua dos processos operacionais e estratégicos da organização, evidenciada por resultados mensurados por indicadores de qualidade e de produtividade, são componentes básicos deste modelo. Estes elementos levam as organizações buscarem profissionais preparados para atuarem neste novo cenário, o que reforça a necessidade dos profissionais enfermeiros adquirirem conhecimentos que os tornem capazes de atender tal demanda. Este panorama sustenta a oferta do curso Administração dos Serviços de Enfermagem, que pela sua tradição e qualidade no preparo dos profissionais enfermeiros, tem grande aceitação no mercado, há 15 anos.

Coordenação

DR. CLÁUDIO ALLGAYER

CARGA HORÁRIA

360 horas/aula de teoria

DURAÇÃO

Extensivo - Terças e Quintas-feiras (noturno). Previsão de duração: 02 semestres.
Intensivo - Aulas Mensais (encontros uma vez por mês), em uma Sexta-feira e Sábado seguidos.

PÚBLICO-ALVO

Enfermeiros(as).

PERFIL DE FORMAÇÃO

Desempenhar funções como gestor da área de enfermagem em hospitais e clínicas com uma visão organizacional e estratégica, utilizando ferramentas específicas para uma atuação sólida em gestão da assistência.

DISCIPLINAS

Clique para visualizar a ementa
 
Os Cenários do Mercado e dos Negócios em Saúde
Aborda a tendência para o forte processo de descentralização na área pública; a ênfase, de fato, nas ações de promoção e prevenção à saúde, a adoção progressiva de alterações no sistema de financiamento das ações de saúde.
O movimento no sentido da deshospitalização, em especial pelo crescente aumento dos custos.
Analisa as ações no sentido da utilização dos instrumentos de managed-care, da parceria e do contrato de risco compartilhando entre provedores e operadores de serviços de saúde, da organização através de redes hierarquizadas de saúde, da protocolização dos procedimentos, do gerenciamento das patologias, da prioridade dos tratamentos, da promoção e da prevenção do médico de família, do atendimento domiciliar, da criação de novos serviços ambulatoriais.
Antropologia do Corpo e da Saúde
Oportuniza ao aluno uma familiaridade com os conceitos básicos de Antropologia Social que contribuam para a compreensão da cultura e suas manifestações no âmbito da sociedade de um modo geral e da saúde em particular.
Gestão do Relacionamento com o Cliente
Aborda a gestão de relacionamento do cliente, como inicio e fim dos processos organizacionais e priorização das necessidades e expectativas de clientes e tratamento das manifestações (solicitações, reclamações e sugestões) dos clientes, sempre com foco em instituições de saúde e do ponto de vista estratégico. São demonstradas as vantagens das organizações que descobriram no foco do cliente o meio de fidelizar a sua relação, assim como as metodologias aplicadas e as estruturas que foram transformadas para atingir resultados. A metodologia de pós-venda e os serviços de atendimento ao cliente são abordados esclarecendo os investimentos necessários e os resultados obtidos pelas organizações e pelos clientes.
Relações Interpessoais e as Repercussões nas Organizações
Trabalha a realidade na qual os indivíduos estão inseridos, a vivência prática, as relações com os outros e consigo mesmo e com tudo o que constitui a realidade subjetiva. Contextua e promove com os alunos a construção de um processo de singularização.
Políticas de Saúde
Apresenta a organização dos sistemas de saúde público e privado no Brasil, analisados comparativamente com os sistemas de saúde relevantes em nível internacional. Transmite uma visão aprofundada e crítica do SUS – Sistema Único de Saúde, do ponto de vista político, social, técnico e administrativo, abordando seusprincípios, políticas, estratégias, controle social, formas de financiamento e o seu crescente processo de descentralização. Apresenta uma visão aprofundada e crítica do sistema de saúde privado, suas políticas, seus agentes, a realidade e as tendências.
Legislação em Saúde
Aborda os principais conceitos de legislação trabalhista, proporcionando ao administrador da instituição de saúde antecipar-se aos conflitos trabalhistas, prevenindo-os e corrigindo-os. Subsidia os alunos com as posições jurisprudenciais e doutrinárias da legislação trabalhista aplicada a administração de instituições de saúde. Se propõe a instrumentalizar os profissionais alunos, para o conhecimento da responsabilidade civil das Instituições de Saúde, guarda e cuidados com os documentos. Aborda a legislação orgânica da saúde, SUS, formação de contratos e aspectos legais, Lei 9656, planos de saúde e legislação da ANVISA.
O Profissional Enfermeiro com Foco na Saúde do Cliente
Visa desenvolver estratégia através da administração da Assistência de Enfermagem na busca do encantamento do cliente como um ponto fundamental na prática da enfermagem.
Metodologia Científica
Aborda o tema da pesquisa científica como uma forma de solucionar problemas. Analisa a pesquisa científica e sua relação direta com os avanços da sociedade, demonstrando sua utilidade operacional. Formula problemas de pesquisa, técnicas de amostragem, coleta e análise de dados. Elaboração e condução de projetos de pesquisa, produção e textos científicos.
Ética Profissional no Contexto Multiprofissional da Saúde
Análise dos preceitos éticos que regem a atuação da enfermagem. Enfatiza ainda questões ético sociais no Brasil e responsabilidade geral do enfermeiro.
Teorias de Enfermagem e a Sistematização da Assistência ao Cliente
Trabalha a relação entre Filosofia, Ciência, Teoria e Prática de Enfermagem. Enfatiza os princípios básicos das Teorias de Enfermagem, sua evolução e tendências, e aplicação na sistematização da administração da Assistência de Enfermagem.
Poder e Cultura nas Organizações em Saúde
Aborda as tendências atuais da Administração e sua implicações na construção de um significado para a liderança e sua relações com o poder, para que se delineiem alternativas de um proceder diferente que mobilize as pessoas para um trabalho em equipe mais produtivo e de qualidade.
Novas Tendências do Serviço de Enfermagem e suas Ações Intra e ExtraHospitalar
Apresenta a inversão da Sistematização, colocando o cliente como elemento ativo e determinante da assistência de enfermagem. Analisa as tendências administrativas nas Empresas e nos Serviços de Enfermagem e atuação do enfermeiro intra e extra-hospitalar e em Associação de classe.
Sistema de Comunicação e seu Poder na Eficácia Organizacional
Identifica os diferentes níveis, fluxos e tipos de comunicação utilizados em enfermagem, avalia a eficácia dos mesmos, e propões alternativas inovadoras.
Gestão Estratégica em Saúde
Expõe os elementos básicos para a elaboração do planejamento estratégico institucional, apresentando os conceitos e estabelecendo na prática e em conjunto com os alunos, a partir da análise do ambiente externo (ameaças e oportunidades) e do ambiente interno (pontos fracos e pontos fortes), o negócio, a missão, a visão, os princípios, os objetivos, as metas e as estratégias e a avaliação dos resultados. Permite aos alunos perceberem as organizações como totalidades integrantes de um contexto, definindo novos rumos para o gerenciamento hospitalar. Igualmente, serão expostas experiências bem sucedidas de hospitais queutilizam, rotineiramente o planejamento estratégico. Interação dos Serviços de Enfermagem com os demais Serviços na Organização Possibilita o relacionamento das várias maneiras através das quais o Serviço de Enfermagem ser relaciona com os demais serviços do Hospital através de uma visão interdisciplinar e suas dimensões teórico-práticas.
Gestão Físico Funcional
São apresentados e analisados criticamente os modelos de estruturas hospitalares, destacando-se suas vantagens e desvantagens advindas da terceirização de serviços e de outras técnicas avançadas, serão abordadas como formas de redução das estruturas hospitalares, demonstrando aos alunos a gama de oportunidades disponíveis para o estudo da criação de estruturas na área hospitalar. A necessidade de quebrar alguns paradigmas na construção de estruturas hospitalares será apresentada, criando uma forma diferente de abordagem e, ao mesmo tempo, habilitando os alunos para uma nova compreensão sobre o tema. Os recursos tecnológicos serão analisados desde a decisão de compra, riscos, vantagens, produtividade e assistência técnica corretiva e preventiva, junto com a sua participação em cada uma das áreas hospitalares, tanto nos serviços de diagnóstico e tratamento assim como nos serviços cirúrgicos, ambulatoriais, de imagens, etc., para que os alunos diferenciem o grau de importância da tecnologia em cada setor do universo hospitalar. Os recursos tecnológicos serão analisados desde a decisão de compra, riscos, vantagens, produtividade e assistência técnica corretiva e preventiva, junto coma sua participação em cada uma das áreas hospitalares, tanto nos serviços de diagnóstico e tratamento assim como nos serviços cirúrgicos, ambulatoriais, de imagens, etc., para que os alunos diferenciem o grau de importância da tecnologia em cada setor do universo hospitalar.
Gestão Estratégica de Pessoas
Capacita para o entendimento do processo de mudança organizacional alinhando a construção de um plano estratégico de Gestão de Pessoas. Aborda as mudanças no cenário empresarial, no contexto organizacional e na forma de formulação e implementação das estratégias de Gestão de Pessoas. A partir do entendimento do processo de mudança organizacional apresenta a forma de atuação e a metodologia de trabalho da estrutura de gestão de pessoas. Relata práticas de implementação de modelos de gestão de pessoasem organizações. Salienta a importância estratégica da área de gestão de pessoas a partir da formulação teórica do BSC.
Gestão de Logística em Saúde
São abordadas as mais modernas técnicas de administração de materiais, logística, buyers-groups, ust-in-time, etc. para transmitir aos alunos o conhecimento necessário nesta área de constante aprimoramento e de grande destaque no cenário hospitalar. Análise de desempenho de fornecedores, análise da curva ABC de fornecimento, padronização de medicamentos, análise de consumo, negociação para contratos de fornecimento, negociação com laboratórios. A partir dos conhecimentos adquiridos nesta disciplina o aluno poderá modelar e entender procedimentos de gestão do dia a dia hospitalar, compreendendo que os recursos hospitalares muitas vezes estão comprometidos numa rotina básica de gestão de materiais que poderá significar pelo seu aprimoramento, a diferença entre o sucesso e o fracasso da gestão.
Gerenciamento de Custos Direcionados a Resultados
Fornece elementos que permite ao aluno perceber a importância do enfermeiro no planejamento, controle e aplicação dos custos nas organizações.
Gestão da Qualidade, Certificação e Acreditação em Saúde
Objetiva, em termos cognitivos, transmitir os conceitos, antecedentes históricos, bases metodológicas e operacionais da Gestão da Qualidade Total em Serviços de Saúde. Em termos comportamentais instrumentalizar os alunos nas ferramentas usuais e no processo de implantação da gestão da Qualidade Total. De forma global, visa o estudo e o aprofundamento do papel da Qualidade Total no Setor Saúde como metodologia de atenção aos requerimentos dos clientes. Mediante a análise crítica e demonstrando as vantagens competitivas adquiridas pelas organizações que a utilizam, são avaliados todos os fatores envolvidos no seu planejamento e implementação. Os grupos da qualidade, a sua ação renovadora institucional, o comando em linha do aprimoramento, as metodologias de comunicação interna e externa, os processos, os indicadores de desempenho da qualidade, o desenvolvimento dos recursos humanos. Situa a Acreditação Hospitalar como um procedimento de avaliação dos recursos institucionais, visando a garantia da qualidade daassistência através de padrões previamente aceitos, englobando todos os serviços prestados pelo hospital. A Certificação como resultado.
Comissões de Apoio aos Serviços de Enfermagem
Trabalha sobre as diversas comissões de apoio que atuam nos hospitais, destacando o papel de enfermeiro como integrante e agente de mudanças, na busca de índices e padrões de qualidade.​
Gestão da Informação em Saúde
Os conhecimentos da informática em saúde são transmitidos ao aluno, para permitir a percepção clara da vantagem competitiva adquirida pelas organizações que se utiliza desta ciência como ferramenta operacional, gerencial e estratégica. A disciplina aborda conceitos básicos de informática, tanto em nível de “hardware” como de “software”, propicia os conhecimentos fundamentais para as aplicações da informática na área da saúde, tanto em nível administrativo quanto assistencial. Dentre estes os bancos de Dados, as redes de Informações, os Sistemas Inteligentes de Data-mining, a Internet e os negócios na Rede assim como o perspectivo da Ciência da Informação no setor Saúde será destacado. As dificuldades no planejamento da Informática pela aceleração do processo de modernização constante são abordadas criticamente, apresentando soluções evolutivas, que permitem o planejamento e a gerência das Informações e dos conhecimentos necessários para as organizações de saúde.
Processos de Auditoria em Enfermagem
Visa a instrumentalizar os alunos na utilização das ferramentas usuais e no processo de implantação de Gestão de auditoria de enfermagem. Trabalha os conceitos, tipos e a importância da auditoria na gestão dos serviços de saúde. O importante papel do enfermeiro numa cobrança correta.
Indicadores de Gestão e Assistenciais em Saúde
A disciplina oferece condições de compreensão dos aspectos estatísticos de construção, análise e interpretação dos principais indicadores estatísticos utilizados na Gestão e Assistência em Saúde. Introduz o pensamento estatístico; os conceitos de probabilidades, medidas de doença: prevalência, razão de prevalências, incidência cumulativa, densidade de incidência, risco relativo e odds ratio. Medidas de tendência central e dispersão: medidas de distribuição de doenças, medidas de ocorrência, medidas de dispersão, medidas de associação, medidas de significância estatística.
Enfermagem Baseada em Evidências
A disciplina apresenta os cenários mais comuns em que ocorrem as falhas e incidentes na assistência à saúde com implicações na auditoria médica, a magnitude das mesmas, os conceitos básicos no contexto da segurança do paciente, e as características de uma cultura institucional que favorece a prevenção de incidentes. Serão mostradas as estratégias que podem auxiliar na redução de falhas e incidentes e, consequentemente, diminuir gastos com a ocorrência desses problemas.
Gerenciamento de Conflitos e Negociação
Apresenta as ferramentas adotadas no processo de negociação, levando o aluno a desenvolver habilidades de negociação. Demonstra através de exercícios as varias modalidades de negociar. Trabalha a visão do profissional para inserido no mundo competitivo que ganha quem está mais preparado.
Gestão de Riscos Assistenciais em Saúde
A disciplina apresenta os cenários mais comuns em que ocorrem as falhas e incidentes na assistência à saúde com implicações na auditoria médica, amagnituda das mesmas, os conceitos básicos no contexto da segurança do paciente, e as características de uma cultura institucional que favorece a prevenção de incidentes. Serão mostradas as estratégias que podem auxiliar na redução de falhas e incidentes e, consequentemente, diminuir gastos com a ocorrência desses problemas.

MAIS INFORMAÇÕES

Para solucionar dúvidas ou consultar as modalidades de parcelamento disponíveis, preencha o formulário abaixo ou ligue para (51) 333.19.555.